• Siga-nos nas redes sociais

Há pessoas que brilham

Há pessoas que brilham

947 574 Aliança Evangélica Portuguesa

As vivendas davam um tom colorido ao verde que dominava a paisagem. Após a reforma, tínhamos mudado para ali, no ambiente tranquilo do campo, refrescado pelo rio Cumberland que atravessava a cidade. Era uma zona rural, no Tennessee, Estados Unidos.

Recém-chegados, num domingo entrámos, pela primeira vez, numa igreja Baptista local. Diante do púlpito estava um senhor numa cadeira de rodas que supusemos seria o pastor. Era pastor, sim, mas estava a substituir o pastor local, temporariamente. A mensagem que nos deu foi tocante. Nos anos que se seguiram, ele foi um pai espiritual para mim, uma verdadeira inspiração.

Trazia consigo uma história de vida impressionante. Nascido prematuro, ele nunca andou normalmente. Começou por se deslocar de muletas e mais tarde passou para a cadeira de rodas. A sua visão deficiente nunca lhe permitiu aprender a ler. Contudo, ele decidiu servir a Deus a tempo inteiro, como pastor, o que causou surpresa e mesmo dúvidas em alguns. Uma frase que cruzou o seu caminho, certo dia, foi uma força impulsionadora para si. Ainda jovem, ele estava na igreja e ouviu o pastor dizer: ”O que tens, com Deus, é suficiente.” Ele parecia ter tão pouco mas, com Deus, quem sabe onde chegaria? E ali, como uma pequena vela, aquele brilho veio a exceder todas as expectativas.

Frequentou uma Escola Bíblica. As aulas gravadas em áudio foram usados por ele no estudo da Bíblia e continuaram como recurso nos exames. Completou o curso, graduou e foi consagrado pastor.

Ouvi-o muitas vezes a pregar quando visitava, com frequência, a nossa e sua igreja, entre as suas frequentes viagens. Como as suas palavras inspiravam! Possuidor de uma inteligência invulgar e um grande coração, era convidado para pregar em muitas igrejas e dizia ele: “Só não posso batizar, mas posso pregar, oficiar casamentos. “ Na cidade de Clasksville, Tennessee, onde nasceu, o Pastor Claude foi agraciado pelo seu mérito, pela Municipalidade.

Muitas das pessoas que marcaram e iluminaram a minha vida não foram as mais “brilhantes”no conceito humano, mas como recordo cada uma delas! Claude foi uma delas.

Todos queremos brilhar e essa é a vontade de Deus para nós. Contudo, para Ele a luz define-se não pelo seu tamanho mas pelo seu brilho, pois o valor da luz é o quebrar da escuridão, seja uma vela ou a luz florescente.

Certa vez, ouvi a frase, que guardei comigo: “Não precisamos de apagar a luz dos outros para que a nossa brilhe”. E assim é. Para ser uma luz pura e verdadeira, deve estimular a luz dos outros, sejam quais forem as limitações.

Mesmo que esteja a viver um tempo sombrio, nunca esqueça que Deus designou-nos para brilhar. Vamos deixar que as Suas palavras ecoem, uma vez mais, nos nossos ouvidos: “Levanta-te e resplandece, porque a tua luz chegou e a glória do Senhor é sobre ti.” Isaías 60:1

Que a Sua luz, brilhando sobre nós, confirme o valor dos nossos dias e nos leve adiante! Porque, afinal, “com Deus o que temos é suficiente”.

 

Carmina Coias

Missionária

error: Conteúdo Protegido!