• Siga-nos nas redes sociais

Respostas dos Evangélicos à problemática da Violência Doméstica

Respostas dos Evangélicos à problemática da Violência Doméstica

1280 862 Aliança Evangélica Portuguesa

No seguimento da reunião com a Dra Rosa Monteiro, Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, sobre “Violência Doméstica”, aqui ficam algumas notas do trabalho que a Aliança Evangélica Portuguesa (igrejas e organizações nossas associadas) têm vindo a desenvolver no respeitante á Prevenção, Sensibilização e Combate à Violência Doméstica, bem como respostas às vítimas e respetivas famílias:

 

  1. Transmissão de valores de respeito pela pessoa, amor e não violência nas várias classes, desde o pré-escolar até aos idosos.
  2. Formação para os relacionamentos no namoro, noivado e casamento, na prevenção e resolução de conflitos;
  3. Intervenção em situações de conflito conjugal em fases iniciais, antes de se tornarem mais graves.
  4. Intervenção em situações de violência doméstica, protegendo as vítimas, salvaguardando a presunção de inocência, recomendando a denuncia às autoridades e aconselhando pastoralmente as partes.
  5. Ativação das respostas sociais internas através de IPSS da Aliança Evangélica ou de outras organizações especializadas consoante os casos.
  6. Pretendemos também dar formação especifica a pastores e líderes sobre as formas corretas de intervenção perante o conhecimento de situações de violência doméstica.

 

Seguem também algumas das organizações evangélicas que têm feito trabalho direto ou indireto nestas áreas de intervenção:

 

1- ABLA – Associação de Beneficiência Luso-Alemã

Casas de Transição em Sintra / Cascais

A ABLA, entre muitas outras valências de apoio social, tem duas Casas de Transição que, não sendo uma resposta de emergência como as casas abrigo por exemplo, são para estadias temporárias para mulheres em situação de vulnerabilidade social: ex-reclusas, vítimas de violência doméstica, refugiadas, entre outras.

A Casa da Âncora situa-se na freguesia de Colares, no concelho de Sintra e tem capacidade para 4 mulheres com ou sem filhos (máximo de 2 filhos por mulher);

A Casa do Farol situa-se na freguesia da Parede, no concelho de Cascais, tendo também capacidade para 3 mulheres com ou sem filhos (2 quartos com cama com gavetão e um quarto com cama de solteiro e um beliche).

O objetivo é o acompanhamento das mulheres durante o período de estadia, na procura ativa de emprego, inscrição no centro de saúde, centro de emprego, integração dos filhos em equipamento escolar. Após encontrar emprego, acompanhamos na procura de alternativa habitacional (quarto ou casa).

O tempo máximo de permanência são 9 meses, excecionalmente prorrogado até 12, caso se justifique.

Parceiros sociais: CPCJ Cascais, CPCJ Sintra Oriental e Ocidental, CMS, CMC, IPSS do concelho

Contactos:

210533892

marta@abla.org

www.abla.org

 

2- Associação “Coração com Vida”

Igreja Baptista das Caldas da Rainha

Intervém no âmbito do combate ao isolamento e à solidão, na prevenção do suicídio e da violência doméstica. Nesse sentido, desenvolve aconselhamento especializado, realização de eventos sobre temáticas relevantes, dinamização de espaço de encontro e convívio e implementação de projetos de intervenção na sociedade, gerando uma rede de relacionamentos interpessoais (comunidade) e interorganizacionais (parcerias).

Horário de funcionamento do espaço de convívio e aconselhamento: De 3ª a 6ª Feira, das 14h00 às 18h00.

Contactos:

Rua do Montepio Rainha Dona Leonor, 2, 2500-253 CALDAS DA RAINHA

262 144 503

coracaocomvida@gmail.com

https://www.facebook.com/CoracaocomVida/

Presidente da Direção: Paulo Francisco (contacto: 963420014)

 

 

 

3- ACRAS (Ass. Cristã de Reinserção e Apoio Social)

Lisboa

Serviço de Apoio Domiciliário, Refeitório Social, Centro Comunitário (incluí apoio escolar), Gabinete Jurídico, café-Convívio, Lares de Idosos (Almeirim) e dispõe ainda de uma equipa de intervenção direta junto de populações toxicodependentes e respetivas famílias.

Ao nível de respostas diretas para Vítimas de Violência Doméstica, existe um projeto submetido na Câmara Municipal de Lisboa, para atribuição de fogos habitacionais para (também) intervir nesta área. No entanto, ainda não atribuídos os respetivos apartamentos. Espera-se que tal aconteça até ao final de 2019, para então disporem também de algumas “Casas Abrigo”.

 

Contactos:

Rua Botelho de Vasconcelos, Lote 560 1º e 2º. 1950-045 Lisboa

 218 056 101 / 925 964872

www.acras.pt

 

4- ABMAV (Ass. Beneficiência Manancial de Águas Vivas)

Sintra / Cascais / Oeiras

Além de outras valências socias, a ABMAV tem recentemente começado a investir em Grupos de Conversa Terapêutica e no Gabinete de Psicologia onde potenciais vítimas de agressão ou até mesmo agressores podem encontrar apoio psicológico, espiritual e emocional com vista à sua restauração interior.

Ainda na área da prevenção e sensibilização, periodicamente realizam-se palestras, dinâmicas e workshops vocacionadas para a prevenção da violência, nomeadamente de divorciados, crianças, idosos e pessoas sós (como é o caso de mães solteiras). Incluí ainda a produção semanal do programa de rádio “Ponto de Encontro”, transmitido na Web Rádio Transmundial e em algumas FM.

 

Contactos:

Estrada de Polima, 609, 27805-303 S. Domingos de Rana

937733180 / 967986360 

danigujral@hotmail.com

angela.proenca@gmail.com

 

 

5- ACEDA – Ass. Cristã Evangélica de Apoio Social

Assembleia de Deus de Almada

Estrutura de apoio à população que procura a resolução das problemáticas sociais, sendo o seu âmbito de ação o território nacional com forte implantação nos concelhos de Almada, Seixal e Sesimbra. Desenvolve actividades de integração e reintegração social de forma a promover o bem-estar das pessoas beneficiárias da sua acção.

Respostas Socias: Equipas de Ruas, Colónias de Férias, Apoio Alimentar, Escola de Música e Loja Solidária. Temos constituído parcerias, nomeadamente com o Desafio Jovem, CLASS, CLASA, NPISA, AMI, UMAR, ACRAS, Hospital Garcia de Orta, Grupo Sócio Caritativo de Almada, Comissão Social da União das Freguesias de Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas.

Relativamente prevenção, sensibilização e combate à violência doméstica a Aceda procura minimizar esta problemática social trabalhando com crianças e jovens em risco realizando anualmente Colónias de Férias.

Estas Colónias foram concebidas com o intuito de oferecer às crianças e adolescentes que apresentam situações de risco social, como abandono, maus tratos, abusos sexuais e outros, a oportunidade de usufruírem de um tempo de muito divertimento, brincadeiras e lazer e ao mesmo tempo promover o estimulo ao desenvolvimento socio-afetivo, cognitivo e prevenir comportamentos desviantes através de atividades especificamente planeadas para essa finalidade.

Também apoiamos as mulheres e seus filhos com roupas, calçados, material escolar, entre outros bens de primeiras necessidades por meio da Loja Solidária, numa parceria direta com a UMAR.

 

Sede Social:

Rua União Piedense, 33 A e B

Cova da Piedade, Almada 2805-251

 212 509 153937734775

Email: aceda.ipss@gmail.com

 

6- Exército de Salvação

Além de outras respostas sociais, o Exército de Salvação tem um Centro de Alojamento para a Pessoa em Situação de Sem Abrigo, situado na Rua da Manutenção, n.º 7, em Xabregas, que dá resposta a 65 homens e a 10 mulheres a partir dos 18 anos, que se encontrem em situação de sem abrigo.

Algumas das situações de senhoras que o Exército de Salvação acolhe têm como problemática principal a violência doméstica, no entanto são acolhimentos temporários, pois tentamos que seja apenas uma resposta de emergência, na medida em que a tipologia e dinâmica institucional não são as mais indicadas para estas situações (camaratas, horário de funcionamento das 17h às 9h e haver espaços comuns para homens e mulheres).

O Exército de Salvação tem ainda um Centro de Acolhimento para Crianças em Risco, em Sintra. Neste Centro acolhemos crianças de ambos os sexos com idades compreendidas entre os 3 meses e os 12 anos (total de 14 crianças) que foram retiradas às famílias pelos Tribunais, Comissões de Proteção de Crianças e Jovens ou pelas Equipas de Crianças e Jovens da Segurança Social, devido a situações de maus-tratos, abandono ou negligência.

Parceiros: Segurança Social (através de Protocolo de Cooperação), Câmara Municipal de Lisboa e de Sintra, Junta de Freguesia e Comissões de Proteção de Crianças e Jovens.

Contactos da Sede:

Rua Capitão Roby, n.º 19

1900 – 111 Lisboa

 21 780 29 30

www.exercitodesalvacao.pt

7- Centro de Apoio à Vida

Atendimento e acompanhamento de grávidas e puérperas do concelho da Amadora, nomeadamente mães solteiras com crianças até 2 anos.

Contactos:

Rua 5 de Outubro, 7 A/B, 2700-197 Amadora

 214989903 / 215989900 / 914027684 / 968701213

cav@ovigilante.pt

rtma@ovigilante.pt

 

 

8- Programa de Rádio “Mulheres de Esperança”

O RTM Mulheres de Esperança faz parte da Rádio Transmundial (Trans World Radio), e procura levar a esperança de Jesus às mulheres de todo o mundo e através das gerações.
O programa de rádio/áudio Mulheres de Esperança, existe em Portugal há 12 anos. tem a duração de 30 minutos e une a sabedoria prática e o ensino espiritual direcionando-o às mulheres. Os temas são baseados na Parentalidade, Casamento, Tendências e Necessidades.

 

Respostas Práticas: Entre outros temas, tem sido abordado o da “violência doméstica”, mas também de situações que possam estar interligadas como: a manipulação emocional, enfrentar os medos, abuso, abuso sexual, rejeição, isolamento, violação, vergonha, auto-mutilação, suicídio, violência familiar, dor e consolo. tivemos também como convidadas para falar acerca destes temas, Psicólogas, Sociólogas e também testemunhos na primeira pessoa. Sempre com o objetivo de levar esperança e encorajamento à mulher.

 

Como ouvir o programa: Através da Rádio Transmundial online ou da APP, e ainda através do nosso canal no Youtube – Mulheres de Esperança Portugal. Estamos também presentes nas redes sociais Facebook e Instagram.

Em Portugal pode ser ouvido em 11 rádios FM de norte a sul do país e em 2 rádios FM Internacionais.

 

Contactos:

Rádio Transmundial de Portugal – +351 211 581 128

808 201 932 (linha azul)
geral@radiotransmundial.org
Coordenadora Nacional do Mulheres de Esperança – Sónia Simões (966828202)
sonia@radiotransmundial.org

 

 

A Aliança Evangélica dispõe de outras organizações de Apoio Social que, de forma indireta, poderão também ter alguma forma responder a necessidades que surjam nesta e noutras áreas, nomeadamente Lares de Idosos e de Crianças / Adolescentes.

Saiba mais em: http://www.aliancaevangelica.pt/areareservada/organizacoes.php

 

 

Aliança Evangélica Portuguesa

Avenida Conselheiro Barjonas de Freitas

16B, 1500-204 Lisboa

217710530

geral@aliancaevangelica.pt

www.aliancaevangelica.pt

error: Conteúdo Protegido!